Falcon Aviation vai operar o primeiro helicóptero projetado para Aviação Offshore

0

A Falcon Aviation apresentou agora em janeiro durante uma cerimônia no heliponto da Marina Mall, em Abu Dhabi, Emirados Árabes, o primeiro helicóptero totalmente projetado para operações offshore, o AW 169, fabricado pela italiana Leonardo.

A empresa será a primeira no mundo a utilizar o equipamento nas trocas de turma e outras operações offshore e a princípio serão duas unidades operando junto à Total ABK.

Durante a apresentação do novo AW169, a frota de helicópteros da Falcon Aviation foi bastante elogiada. Ela já possui quatro helicópteros duplos leves (modelos Grand e GrandNew) e dois novos helicópteros AW189 de 8,6 toneladas, utilizados para tarefas de maior alcance e de maior capacidade

“A segurança é a prioridade número um da Falcon Aviation e da Total ABK e a utilização destes helicópteros vai nos ajudar a manter os altos padrões de segurança em que operamos” declarou o Sheik Zayed Bin Sultan Al Nahyan, CEO da Falcon Aviation.

A aeronave AW 169 acomoda 10 passageiros – Foto: Falcon Aviation

O AW 169 marca a primeira inovação na sua categoria, após mais de 30 anos sem lançamentos e pode acomodar até 10 passageiros em sua cabine, que não somente é grande, mas também livre de obstáculos. O helicóptero é equipado com diversas opções customizadas de entretenimento e incorpora em sua tecnologia embarcada o que há de mais moderno em termos de sistemas de rotores, motores (Pratt & Whitney Canada PW210A), equipamentos de aviação (Rockwell Colins), sistemas de transmissão e sistemas de geração e distribuição de energia. a Leonardo realmente caprichou nesse projeto.

O projeto foi aprovado em Novembro de 2016 pela Comissão Europeia de Segurança na Aviação.

Foram assinados acordos para a construção de mais de 150 unidades do helicóptero em todo o mundo, abrangendo não somente a aviação offshore,mas também o transporte executivo /privativo, Medevac (ambulância), departamentos de Polícia e outras utilidades e muitos já foram entregues, inclusive.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta