OCIMF prepara mais uma atualização do TMSA e deve adicionar novo elemento

0

Em 2014 a O Comitê de Assuntos Gerais da OCIMF (Oil Companies International Marine Forum ), aprovou uma revisão periódica da publicação TMSA (Tanker Management & Self Assessment), para que a mesma fosse atualizada de acordo com a Legislação vigente,novas tecnologias e melhores práticas da Indústria.

A OCIMF percebeu que muitas empresas possuem atualmente um sistema de TMSA satisfatório,e foi determinado que apenas pequenos ajustes fossem feitos durante a revisão

No decorrer de 2015, grupos de trabalhos se reuniram diversas vezes para examinar os 12 elementos da TMSA e decidir se novos elementos seriam necessários. Relatórios internos foram preparados para aprovação até que a versão final da publicação fosse definida.

Os 12 elementos já existentes são os seguintes:

1 – Management, leadership and accountability.
2 – Recruitment and management of shore-based personnel.
3 – Recruitment and management of vessel personnel.
4 – Reliability and maintenance standards.
5 – Navigational safety.
6 – Cargo, ballast and mooring operations.
7 – Management of change.
8 – Incident investigation analysis.
9 – Safety management.
10 -Environmental management.
11 – Emergency preparedness and contingency planning.

12 – Measurement, analysis and improvement.

As empresas envolvidas nesta revisão foram  a Statoil, BP,Shell,Chevron,Phillips 66, Petrobras, IMT/ExxonMobil, OMV, Tesoro e YPF.

De uma forma geral, a estrutura básica de quatro camadas de elementos da TMSA permanece inalterada. O objetivo dos principais Indicadores de Desempenho ficou bemmais claro através de uma linguagem mais objetiva e também pela melhoria das descrições de cada orientação para as melhores práticas. Além disso, a duplicação entre os 12 elementos está sendo removida e todo o material supérfluo está sendo excluído.

Será incorporado um material extra da TMSA totalmente voltado para a eficiência energética e há a intenção de se criar mais um elemento, bastante importante nas operações: Segurança.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta