Sul africano atravessa o Oceano Atlântico em uma Stand Up Paddle sem assistência

0

O sul-africano Chris Bertish entrou para a história nesta quinta-feira (9) como o primeiro homem a fazer uma travessia transatlântica sem assistência. Sozinho com seus equipamentos, em 93 dias ele percorreu 6.518 km em cima da prancha, em um percurso que começou no Marrocos e terminou em Antígua. As informações são da revista SUP Magazine, que acompanhou a emocionante chegada de Chris, que completou os últimos metros acompanhado dos irmãos.

Ao longo da jornada de mais de três meses pelo Oceano Atlântico, foram muitos os desafios de Chris. Desde encontros inesperados com tubarões até problemas nos equipamentos e ventos desfavoráveis, o sul-africano superou as adversidades até voltar a pisar em terra firme, nesta quinta. A prancha, adaptada para a missão, permitia que o atleta estocasse comida e se cobrisse para dormir. A solidão durante a viagem, segundo Chris, foi um dos maiores desafios.

A saga também foi registrada por Chris, que publicava em uma espécie de diário de bordo vídeos e textos relatando seus desafios, conquistas e, principalmente, avisando a família que estava bem. Ele chegou a dar uma entrevista em alto mar, em uma transmissão de vídeo ao vivo.

Fonte: Canal Off

Por Redação

Deixe uma resposta