CODESA vai acabar com as filas de caminhões no Terminal de Capuaba

0

As filas de caminhões e dos problemas no trânsito na estrada de Capuaba, em Vila Velha, está com os dias contados. Dentro de um mês o Porto de Vitória vai desativar o antigo estacionamento de apoio no Terminal de Capuaba e os caminhoneiros irão ocupar outros espaços, preparados adequadamente para o período de espera. A decisão foi anunciada em reunião com autoridades portuárias, alfandegárias, policiais, municipais e estaduais e representantes dos caminhoneiros, em março, na Companhia Docas do Estado do Espírito Santo (Codesa).

O Presidente da Companhia Docas, Luis Claudio Montenegro, explicou que nesse período as obras do Projeto Cadeia Logística Inteligente (Portolog), que já começaram, estarão sendo executadas no terreno de apoio do terminal de Capuaba e, por isso, os caminhoneiros deverão deixar o local. É uma questão de cronograma e a etapa faz parte do projeto que tem por objetivo final regularizar o acesso de caminhões para carga e descarga no porto.

Sistema

Além do controle de todos os caminhões que chegam e saem do porto, o que será feito por meio de um agendamento, serão coletadas informações desde a origem da carga até o terminal portuário de destino, possibilitando a difusão antecipada de informações à comunidade portuária. Os registros online vão facilitar a programação logística e, principalmente, agilizar as operações.

Segundo Montenegro, para a mudança da área de apoio logístico foi aberta uma chamada pública onde 16 empreendedores demonstraram interesse de participar. Duas empresas já foram cadastradas e oferecem áreas no Contorno da BR- 101, entre Serra e Cariacica. São a Terca Transportes e a Transfinal Transportadora. Esses empreendedores estarão disponibilizando um local de aguardo para os caminhoneiros se acomodarem com mais segurança e conforto enquanto aguardam a liberação do acesso ao Porto.

Fim das filas

“O objetivo é melhorar o acesso portuário terrestre, evitando a formação de filas de caminhões nas cidades e nos acessos rodoviários do porto. Com esse processo de desburocratização vamos tornar o Porto de Vitória mais ágil e ainda mais competitivo em relação aos outros portos brasileiros”, declarou Montenegro.

O presidente informou, também, que outra ação em andamento na Codesa é a implantação do VTMIS, sigla em inglês para Vessel Traffic Management Information System (Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações). É um sistema de controle de tráfego portuário que permitirá a sincronização de datas e horários de chegada dos navios e das cargas nos terminais.

Fonte: Portogente

Por Redação

Deixe uma resposta