A irresponsabilidade de alguns e o compromisso de outros – comunicado à Comunidade Marítima e Offshore

0

Recebemos ontem pela manhã dois vídeos mostrando um abalroamento durante uma manobra no Porto de Imbetiba, em Macaé, envolvendo barcos a serviço da Petrobras.

Pela tarde um dos vídeos já estava viralizado nos maiores grupos de WhatsApp da Marinha Mercante.

Não divulgamos justamente porque sabemos que é proibido filmar ou fotografar dentro das instalações sob contrato da Petrobras. Fotografias e vídeos feitos de áreas externas não estão incluídos nisso.

Aí nos deparamos com a notícia de que alguns sites publicaram um dos vídeos.

Sinceramente…

A falta de tato dos que se propõem a escrever para um público tão grande nos assusta.

Tirar algo do WhatsApp, algo que vai colocar colegas com seu emprego em xeque e publicar em páginas da Internet é muita falta de cuidado.

Já não bastasse o Inquérito que certamente será aberto pela Autoridade Marítima e a investigação dentro da própria Petrobras, os colegas que filmaram agora estão passíveis de represálias sérias, com o risco de perderem seus empregos por terem filmado e divulgado.

É por essas e por outras que o Grupo Portal Marítimo continua sendo o maior, melhor e mais confiável veículo na internet para quem quer informar-se sobre a Marinha Mercante e o petróleo.

A ética sempre vai nortear nossas atividades.

Sem publicação de vagas que funcionam como iscas de acessos, boa parte delas inexistentes e até mesmo publicadas sem a autorização das empresas.

Sem textos copiados de colegas sem dar o devido crédito.

Sem estatísticas forjadas.

Sem links “armadilha” para ganhar o seu acesso e depois ganhar dinheiro do Google com os “ad words” (nada contra, desde que seja feito com ética).

Com toda a experiência que somente os que vivenciaram o mar por mais de uma década podem traduzir em textos.

Com textos próprios fazendo análises relevantes dos acontecimentos do Mercado.

Sem publicação de informações furadas, com erros técnicos grotescos de quem não conhece o mínimo de Marinha Mercante.

E com o apoio dos milhares de leitores que nos honram com seu acessos e compartilhamentos.

O pior é ver que alguns nos enviam mensagens cobrando a divulgação ampla de coisas assim.

Se vocês quiserem ver isso, há opções aí na internet, mas o Portal Marítimo definitivamente não é uma delas.

Não somos pretenciosos a ponto de acharmos que não vamos errar, mas procuramos ter todo o cuidado necessário para que isso seja minimizado. E mesmo assim, já erramos, e isso faz parte do nosso crescimento.

Afinal, são quase sete anos no ar.

Enquanto uns buscam acessos, nós mantemos nosso site ativo pela grande consideração que temos com o público que nos trouxe até aqui, sendo parte primordial do que gerou a credibilidade que alcançamos até nos tornarmos hoje uma empresa reconhecidamente eficiente por nossos clientes na área de consultoria e treinamento.

Enquanto uns buscam acessos, nós já estamos fechando negócios e intermediando ações relevantes nos bastidores.

A ponto de cobrirmos os maiores eventos do mundo e sermos convidados para estar presentes.

A ponto de termos parcerias e contratos assinados com grandes empresas dentro e fora do Brasil.

A ponto de grupos de investidores nos consultarem antes de fazerem determinadas operações.

A ponto de sermos internacionalmente reconhecidos.

E não vamos mudar isso, tenham certeza.

Aqui não tem praticante, somos todos escolados.  É muito, mas muito carimbo na CIR. Todos… os que aparecem no site e os que não aparecem (sim, eles existem, e trabalham muito).

Aqui não temos ligação com entidades de classe para “criar” um cenário e iludir você, leitor, com um universo marítimo do faz de conta.

Aqui não nos arvoramos o direito de cumprir a função que entidades de diversas esferas deveriam cumprir, ainda que algumas cumpram e outras não.

Aqui no site vocês tem acesso a uma parte importantíssima, mas que agora tornou-se a menor parte de nossa empresa e nem por isso menos importante.

Nosso maior compromisso é sempre será com a ética independentemente de quem leia o nosso site goste ou não.

Furos de reportagem NUNCA serão mais importantes que o emprego dos diversos colegas.

Pensem nisso.

Um abraço de toda a equipe do Grupo Portal Marítimo – Absolutamente TUDO sobre Marinha Mercante, Offshore e Petróleo.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta