Florianópolis dá mais um passo para receber atracações de navios de cruzeiro

0

O Secretário de Infraestrutura de Santa Catarina Luís Fernando Cardoso, o Vampiro, entrega na manhã desta terça-feira ao prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, o estudo de batimetria concluído e já aprovado pela Capitania dos Portos. A análise, que é uma radiografia do mar e define a possibilidade dos locais receberem navios de cruzeiro, foi feita em três pontos no Norte da Ilha — dois em Jurerê e um em Canasvieiras.

A batimetria é o primeiro passo para que uma cidade possa contar com a atracação dos navios. O estudo durou cerca de quatro meses e confirmou que os pontos podem receber transatlânticos. A partir de agora, prefeitura e governo do Estado devem buscar autorizações e regulamentações com órgãos como a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para viabilizar a operação. A expectativa é de que um navio-teste desembarque na Capital até o fim desta temporada de transatlânticos no Brasil, que vai até meados de abril de 2018.

A profundidade mínima para segurança da navegação é 11 metros, permitindo a entrada de embarcações como a Preziosa, da MSC, o maior a operar na costa brasileira, com capacidade para 4,5 mil passageiros.

Porto Belo abriu a temporada de cruzeiros em SC no último domingo, quando a cidade recebeu aproximadamente 800 passageiros do navio Sirena, da Companhia Oceania Cruises. No total, serão 18 escalas até março, 12 a mais em comparação a última temporada, com cerca de 40 mil pessoas no município. O próximo transatlântico a chegar é o MSC Preziosa, no dia 20 de novembro, com mais de 4 mil passageiros a bordo, sendo o maior navio da escala desta temporada.

Em Balneário Camboriú, o Atracadouro Barra Sul já tem 20 escalas de transatlânticos confirmadas para esta temporada e pelo menos 10 confirmadas para a temporada seguinte, entre o final de 2018 e o início de 2019.

Fonte: Victor Pereira / Diário Catarinense 

Por Redação 

Deixe uma resposta