Espírito Santo é um dos estados que mais receberá investimentos na área portuária

0
905

O Espírito Santo se destaca entre os quatro Estados que mais receberão investimentos previstos para o Brasil entre 2018 e 2021, puxados pela Vale e pela Petrobras. Dos R$ 367 bilhões programados para os próximos quatro anos, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Pará ficarão com 76%. Só o Espírito Santo ficará com 7%, segundo levantamento da AFPartners.

Os investimentos em terras capixabas, segundo o estudo, serão impulsionados por dois empreendimentos portuários que devem ser construídos até 2021. O maior deles é o Porto Central, um complexo industrial portuário de R$ 3,3 bilhões em investimentos.

Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, só na fase das obras de infraestrutura (construção do canal de acesso, moles de proteção e primeiros berços de atracação), o investimento no Porto Central é da ordem de R$ 2 bilhões. Ao todo, serão gerados 4,7 mil empregos.

Esse primeiro empreendimento ainda depende da concessão de licença ambiental pelo Ibama, o que, segundo Azevedo, deve ocorrer até o fim do ano.

O segundo empreendimento é a expansão do Portocel, da Fibria, em Barra do Riacho, também em fase de espera da licença ambiental e com previsão de investimento na casa de R$ 1,5 bilhão. Segundo o secretário, há ainda um terceiro porto não incluído no estudo da AFPartners: o da Imetame, também em Barra do Riacho, já em fase de obras e com investimento previsto em R$ 500 milhões.

Fonte: Vitor Vogas / Gazeta On Line

Por Redação 

Deixe uma resposta