Programa Avançar – Conheça os projetos do Governo Federal com a Petrobras e a ANP

0
825

Lançado em novembro pelo Governo Michel Temer e propagado pelas redes sociais e por campanhas publicitárias, o Programa Avançar tem 16 projetos na área de petróleo e gás conduzidos pela Petrobras e a Agência Nacional do Petróleo (ANP). São sete obras de FPSOs, 13 navios petroleiros, quatro campanhas sísmicas de fomento, um gasoduto, uma avaliação ambiental e um centro de rochas e fluidos.

Criticado por muitos como uma reedição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado no Governo do ex-presidente Lula e que também aglomerava obras tocadas por estatais e órgãos públicos, o Avançar é parte da agenda positiva que o governo Temer tenta emplacar após duas votações de denúncias da Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente engavetadas pela Câmara dos Deputados e a reforma da Previdência Social, adiada para 2018.

Na área de petróleo e gás, o programa traz projetos já em parte concluídos, como a construção de cinco navios Aframax encomendados pela Transpetro ao Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em Pernambuco, terra do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, e projetos já em fase final de conclusão tocados pela Petrobras, como a construção dos FPSOs (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás), replicantes e da cessão onerosa.

Todos os projetos dos FPSOs replicantes e da cessão estão fora do planejamento original e foram postergados em todos os planejamentos da Petrobras desde que foram lançados. A plataforma P-66, que entrou em operação neste ano, no planejamento lançado pela Petrobras em 2011 entraria em operação em 2015, mesmo ano de partida do FPSO P-74, que agora está planejado para começar a produzir no próximo ano.

“O programa Avançar vai retomar obras inacabadas, paralisadas há anos. Obras com data para iniciar, data para entregar e com o orçamento garantido”, afirmou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, durante a cerimônia de lançamento do programa. O Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Dyogo Oliveira, reforçou o discurso. “É um programa realista, condizente com a realidade que estamos vivendo e que se adequa aos tempos de austeridade e ajuste da economia”.

No link abaixo, um panorama dos projetos de óleo e gás do programa Avançar, diretamente no site da E&P Brasil, em brilhante coleta de dados importantíssimos feito por nosso amigo Felipe Maciel e equipe:

http://epbr.com.br/os-16-projetos-de-petroleo-e-gas-do-programa-avancar/

Fonte: E&P Brasil

Por Rodrigo Cintra 

Deixe uma resposta