Petrobras contrata barcos de manuseio e posterga licitação para barcos de mergulho raso

0
4694

Esta semana a Petrobras assinou alguns contratos com empresas de Apoio Marítimo, movimentando esse mercado que tanto vem sofrendo com o impacto da crise nas atividades ligadas ao petróleo que, felizmente, vem dando sinais de recuperação.

Com a Solstad Farstad, a empresa assinou contratos para o BOS Turquesa, um AHTS 18.000 com 190 T de Bollard Pull, que será utilizado em atividades de reboque e o Far Scout, um AHTS 16.000, mas que também pode ser utilizado para outras atividades, que terá a bordo um ROV FCV da Fugro, que opera em profundidades de té 3.000 metros.

Já com a DOF, que possui 19 embarcações em operação em Águas Jurisdicionais Brasileiras, a Petrobras assinou um contrato para o Skandi Botafogo, um AHTS 17.000.

É interessante destacar que nos casos acima, todos os barcos vencedores são exemplares do design UT 722 L, reforçando a competitividade deste modelo mesmo em um mercado o de há várias opções de design, até mesmo mais recentes.

Vale a observação de que na terça-feira desta semana a Petrobras postergou o prazo para envio de propostas para a licitação para os barcos de mergulho raso (SDSV), nacionais e estrangeiros, em face de uma falha que atarapalhou o envio de algumas propostas. Foram 38 ofertas recebidas, sendo 30 nacionais e 8 estrangeiras.

A empresa, desta forma, concedeu mais tempo para o recebimento de novas propostas.

Por Rodrigo Cintra

 

Deixe uma resposta