O Estaleiro Rio Maguari (ERM) formou uma parceria com a canadense Robert Allan para a construção de rebocadores portuários no Pará. Conhecido pela construção de embarcações fluviais, como barcaças e empurradores, o ERM está em negociação com alguns operadores e tem a previsão de começar a produção já a partir do ano que vem. A líder global em projetos navais, Robert Allan, é responsável pelo apoio técnico.

Os rebocadores portuários são embarcações de apoio para auxiliar as manobras e a atracação de navios nos portos brasileiros. “O mercado que demanda rebocadores mantém o crescimento mais estável, em termos de renovação da frota, quando comparado aos de óleo e gás e até mesmo o de construção fluvial, que são mais sazonais. Os requisitos de potência de rebocadores está mudando constantemente em decorrência do tamanho dos navios e das necessidades dos portos, portanto é um mercado em constante evolução”, afirma o diretor comercial do Estaleiro Rio Maguari, Fabio Vasconcellos.

Vasconcellos avalia que, com a entrada no novo segmento, o ERM estabelece uma alternativa adicional de contratação. Ele afirma que as embarcações fluviais seguem como o carro-chefe do Estaleiro – nos últimos cinco anos foram entregues mais de 300 unidades -, entretanto a diversificação da carteira é necessária para não ficar dependente de apenas um setor.

“Temos condições de competir com os preços internacionais do mercado de rebocadores portuários, por isso visamos não só o comércio interno, mas o da América Latina também, que atualmente é atendida por estaleiros fora do País. Nossa localização em Belém, no Pará, é um fator importante de proximidade com a AL, além da qualidade de produção e a pontualidade na entrega”, diz o diretor comercial do ERM.

Segundo Vasconcellos, seguindo o planejamento, o Estaleiro deve realizar a contratação adicional de cerca de 80 novos colaboradores diretos. O Estaleiro Rio Maguari escolheu a Marintec South America, evento do setor naval, para intensificar a divulgação e a exposição das condições de atendimento que o ERM tem para o segmento construção de rebocadores portuários. A feira de negócios acontece de 14 a 16 de agosto, das 13 às 20 horas, no Centro de Convenções SulAmérica, Rio de Janeiro (RJ).

Por Redação 

1 COMMENT

  1. A parceria pode trazer novos e grandes projetos, além de benefícios para a região. Há que se considerar também a possibilidade de adaptação dos processos construtivos visando atender padrões e regras para
    construção de embarcações que operam em mar aberto (Normam1).

Deixe uma resposta