A Organização Marítima Internacional (IMO) lançou um novo logotipo para seu programa Mulheres na Marinha Mercante, como parte de sua missão de apoiar o Objetivo nº 5 de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

A Coordenadora do programa, Helen Buni, declarou: “O programa Mulheres na Marinha Mercante da IMO apoia a participação de mulheres tanto em postos em terra como no mar, sob o slogan Treinamento-Visibilidade-Reconhecimento”, através de uma ampla gama de atividades específicas de gênero. O novo logotipo é apenas uma parte visível do programa e ajudará as mulheres no mar a ganhar mais visibilidade e exposição dentro e fora do setor marítimo”.

O principal objetivo do programa IMO – Mulheres na Marinha Mercante, é encorajar os Estados Membros a abrir as portas dos seus institutos marítimos para permitir que as mulheres treinem ao lado dos homens e adquiram o alto nível de competência que o setor marítimo exige.

Desde que o programa foi criado, há 31 anos, seu portfólio de atividades cresceu bastante. A IMO facilitou o estabelecimento de sete associações regionais para mulheres no setor marítimo em toda a África, Ásia, Caribe, América Latina, Oriente Médio e Ilhas do Pacífico, cerca de 152 países e territórios dependentes e 490 participantes.

O programa oferece bolsas específicas para as mulheres, dando acesso a treinamento técnico de alto nível para elas no setor marítimo em países em desenvolvimento. Um bom exemplo é o curso de longa duração “Women in Port Management”, realizado em Le Havre, França, em parceria com o Instituto Portuário de Educação e Pesquisa e a Autoridade Portuária de Le Havre, onde, em 2018, 48 mulheres de 32 países receberam treinamento em Gestão Portuária. Um total de 308 mulheres recebeu treinamento somente com essa atividade.

Na Universidade Marítima Mundial (WMU) da IMO na Suécia, o número de mulheres formadas aumentou de forma constante ao longo dos anos – de quatro em 1985 para 79 em 2018. No final do ano letivo de 2017-2018, 1.029 mulheres se formaram na Universidade, de um total de 4.919 diplomados.

No Instituto Internacional de Direito Marítimo da IMO (IMLI), 361 mulheres haviam se formado no final do ano letivo de 2017-2018, de um total de 837 graduados.

A IMO também facilita a identificação e seleção de mulheres por suas respectivas autoridades para oportunidades de desenvolvimento de carreira em administrações marítimas, portos e institutos de treinamento marítimo.

Durante o ano de 2019, cerca de 10 atividades foram planejadas sob o guarda-chuva do programa Mulheres na Marinha Mercante da IMO, incluindo conferências, cursos, workshops e reuniões regionais.

“Estamos convidando os Estados Membros da IMO e particularmente as associações regionais para mulheres no setor marítimo a usarem o novo logotipo como acharem adequado, para mostrar que fazem parte de uma forte e global OMI Mulheres na Família Marítima”, disse Buni. .

O lançamento da nova logomarca para o programa “Women in Maritime” vem no momento em que a IMO se concentra nas mulheres no setor marítimo em 2019, sob o tema do Dia Mundial do Mar “Empowering Women in the Maritime Community”.

O programa Mulheres na Marinha Mercante é financiado em grande parte através do Fundo de Cooperação Técnica da IMO, com uma grande quantidade de apoio financeiro e em espécie de vários doadores. A IMO continua buscando novas fontes de financiamento para apoiar o programa no futuro.

O programa Mulheres na Marinha Mercante era anteriormente conhecido como o Programa para a Integração da Mulher no Setor Marítimo (IWMS).

Fonte: IMO

Deixe uma resposta