Maior campo cedido à Petrobras tem 6 bilhões de barris

0

Se reservas dos campos forem inferiores ao previsto no contrato de cessão onerosa, União ressarcirá Petrobras, diz Gabrielli.

Estimadas inicialmente em 4,5 bilhões de barris, as reservas de petróleo de Franco, maior campo cedido à Petrobras pela União no processo de cessão onerosa, são da ordem de 6 bilhões, afirmou o presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli. A petroleira poderá explorar em Franco cerca de 3 bilhões deste total, além de quase 2 bilhões de barris espalhados em outras seis áreas que constam do contrato de cessão onerosa.

Sérgio Gabrielli

Ao escolher várias áreas além de Franco na cessão onerosa – ainda que este possua reservas mais que suficientes para fazer frente à capitalização -, governo e Petrobras reduzem custos de produção da estatal. A empresa, assim, poderá aproveitar a estrutura de áreas onde já possui concessão, como Tupi, Iara e Guará. A Petrobras poderá explorar sua própria concessão e, em seguida, “puxar” petróleo da parte não licitada, que foi cedida na cessão onerosa, num processo batizado de unitização de reservas.

Em conferência para analistas de mercado, Gabrielli e o diretor financeiro da empresa, Almir Barbassa, descartam a possibilidade de prejuízo para a estatal, caso a companhia não encontre o petróleo estimado nos campos cedidos. Entre os sete campos, um, chamado Peroba, servirá justamente como reserva. E se mesmo assim não houver óleo suficiente neste último, caberá à União ressarcir a estatal pela inexistências das jazidas previstas no contrato.

Para ler esta matéria na íntegra, acesse o Portal IG.

por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta