Porto de São Francisco congestionado

0

As companhias de navegação que operam em São Francisco do Sul estão sofrendo com o congestionamento marítimo. Uma fila de 33 navios aguarda para atracar no porto.

A espera, que gera custos para as empresas e pode influenciar no preço final dos produtos, é resultado da coincidência de dois fatores: o aumento no volume de importação de aço e a reforma do berço 201.

– A espera começou no período de safra da soja, permaneceu com o aumento de importação de bobinas e chapas de aço. Hoje, é de 15 dias em média. Os custos de um navio parado chegam a US$ 20 mil ao dia. No caso do metal, isso pode trazer um aumento médio de US$ 3 por tonelada – afirma o gerente da Orion Agência Marítima, William Ricardo Soares, que tem pelo menos três navios na fila.

De acordo com o presidente do Porto de São Francisco, Paulo Cesar Cortes Corsi, a maioria das embarcações que aguarda para atracar está carregada com aço.

Segundo ele, apenas a ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo, que possui uma unidade na cidade, aumentou em 50% a movimentação do metal no terminal. O produto é importado, principalmente, da China.

Para ler esta matéria na íntegra, acesse o Diário Catarinense

Por Wilson Bonicenha

Deixe uma resposta