Petróleo recua com receios de abrandamento da retomada na Europa

0
O petróleo está sendo negociado pressionado por receios de uma retomada mais lenta na Europa, que poderá atrasar a recuperação do consumo de petróleo.

A matéria-prima está desvalorizando nos mercados internacionais, depois de ontem terem sido divulgados dados piores do que o esperado para a indústria alemã, que levaram os investidores a recear que um abrandamento na Europa, prejudique a retoma da economia mundial e atrase a recuperação do consumo de petróleo. O “West Texas Intermediate” perde 0,27% para 73,89 dólares, ao negociar por via electrónica a esta hora, enquanto o crude, que serve de referência às exportações europeias, recua 0,13% para 77,64 dólares por barril.

“Tanto o crude como os mercados de acções estão a ser conduzidos pelo enfraquecimento da procura mundial”, disse o economista de energia e matérias-primas do National Austrália Bank, Ben Westmore, à Bloomberg. “Existe maior nervosismo no mercado em relação ao incumprimento da dívida soberana.”

Ontem foi divulgado pelo ministro da Economia da Alemanha que as encomendas à indústria alemã caíram 2,2% em Agosto face ao mês anterior. Uma queda superior ao esperado pelos economistas e que foi a maior desde Fevereiro de 2009.

Para ler esta matéria na íntegra , acesse Jornal de Negócios

Por Nelsiane Carrara

Deixe uma resposta