IEA: Brasil se tornará exportador líquido de petróleo em 2011

0
253

O Brasil se tornará exportador líquido de petróleo em 2011, afirma a Agência Internacional de Energia (AIE), no relatório mensal sobre o setor. A entidade estima que a produção brasileira de óleo crescerá de 2,2 milhões de barris por dia em 2010 para 2,4 milhões de barris por dia no próximo ano. “(2011) será o primeiro ano do Brasil como exportador líquido de petróleo, embora volumes mais significativos só devam ficar disponíveis para o mercado mundial nos anos seguintes”, diz o relatório.

A agência nota que a produção de Tupi avançará até o fim deste ano, saindo do atual estágio de piloto, com 20 mil barris diários, para a próxima fase, com 100 mil barris diários. Trata-se do primeiro desenvolvimento em larga escala do pré-sal. Em junho, os campos de Uruguá e Cachalote iniciaram produção com capacidade de 35 mil e 100 mil barris por dia, respectivamente.

Na avaliação da AIE, ainda não está claro qual será o impacto da interrupção da produção da P-33, na Bacia de Campos, e das reclamações dos trabalhadores sobre questões de segurança. “Greve e protestos dos funcionários realçaram preocupações com a segurança das plataformas mais velhas e o sindicato vem, desde então, pedindo a suspensão do trabalho em outros locais, incluindo a P-31 e a P-35.”

Para ler esta matéria na íntegra, acesse O Estadão

Por Felipe Marques

1 COMMENT

  1. Creio que antes do Brasil começar a exportar o petróleo, A Petrobrás deveria dar um jeito nos preços dos refinados para a população Brasileira.
    Getúlio Vargas vai se debater no caixão vendo os países que importarão petróleo do Brasil com petróleo mais barato que aqui…

Deixe uma resposta para Felipe Vasconcelos Cancelar resposta