Rio Tietê vence licitação para construir frota da Transpetro

0

O Estaleiro Rio Tietê, projeto do consórcio formado pelas empresas Rio Maguari S.A. / SS Administração e Estre Petróleo, venceu licitação para construir a nova frota hidroviária da Transpetro, que irá viabilizar o transporte fluvial de etanol na hidrovia Tietê-Paraná. O acordo, estimado em US$ 239,1 milhões (R$ 432,3 milhões), prevê a construção de 20 comboios e 80 barcaças e está incluído na esfera do Promef Hidrovia.

De acordo com a Transpetro, o estaleiro será construído na cidade de Araçatuba (SP), às margens da Hidrovia Tietê-Paraná, e iniciará a entrega das embarcações a partir do quarto trimestre de 2011. O início das obras do estaleiro está previsto para o começo do próximo ano.

O projeto da hidrovia, integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), prevê que o transporte fluvial de etanol na região seja iniciado em 2013. “Cada comboio será formado de quatro barcaças e de um empurrador, com capacidade para transportar 7,6 milhões de litros. Quando totalmente operacional, o volume anual transportado deverá chegar a 4 bilhões de litros”, destaca a Transpetro.

A expectativa da companhia é de que a nova frota substitua o equivalente a 40 mil viagens de caminhão por ano. O etanol será transportado das regiões Centro-Oeste e Sudeste para a Refinaria de Paulínia (Replan). Posteriormente, o produto será transportado por duto até outras localidades, entre elas São Sebastião (SP) e de Ilha D’Água (RJ), de onde poderá ser exportado.

Coma s informações,  Agência Estado

Por Nelsiane Carrara

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente ver a otimização da logística dos transportes de combustível no Brasil!
    Tomara que os prazos sejam respeitados, para que possamos dar um outro passo dos muitos que faltam nessa caminhada para um sistema de transportes de cargas modelo!

    • Estão chmando a Hidrovia Tietê – Paraná de “O Mississipi brasileiro”.
      O Brasil precisa explorar mais seus rios navegáveis e desfogar as rodovias.
      Já está mais que na hora. É mais seguro, mais barato e menos poluente.

Deixe uma resposta