Shell investe mais no Espírito Santo

0

A Shell anunciou ontem à noite que dará início à segunda fase da exploração do pré-sal do Parque das Conchas, a 100 quilômetros da costa Sul do Espírito Santo. Ao todo, serão perfurados mais sete poços. A expectativa é de que até o final de 2011 a FPSO Espírito Santo aumente sua produção diária de 80 mil para 100 mil barris de petróleo. Com esse incremento na produção, o Espírito Santo alcança, até o final do ano que vem, a produção de 400 mil barris de petróleo por dia.

“Esse é mais um importante marco para o nosso crescimento substancial nas Américas”, afirma Marvin Odum, diretor de Exploração e Produção da Shell para Américas. A Shell, como operadora do Parque das Conchas, tem 50% de participação no ativo. O restante da concessão é dividido entre Petrobras, com 35%, e a estatal indiana ONGC, com 15%. A companhia anglo-holandesa afirma que há 300 milhões de barris de óleo equivalente na região.

Parque das Conchas

A Shell deu início à primeira fase do Parque das Conchas em agosto de 2009, a partir de nove poços em três campos – Abalone, Ostra e Argonauta B-West. A segunda fase do projeto inclui mais sete poços, que vão atingir uma profundidade de aproximadamente 1.100 metros. A produção atual na primeira fase do Parque das Conchas está acima das expectativas.

O secretário de Desenvolvimento do Estado, Márcio Félix Bezerra, comemorou o início da segunda fase do projeto capitaneado pela Shell. “Mostra que o Estado está bem ativo quando o assunto é petróleo e gás. Ontem, tivemos a notícia do primeiro gás comercial do pré-sal. Agora, a Shell anuncia o começo da segunda fase do Parque das Conchas. Mostra que nosso potencial está sendo explorado e que os investimentos estão chegando”, comentou.

FPSO Espírito Santo

Além da capacidade de produzir 100 mil barris de petróleo por dia, a FPSO Espírito Santo pode processar até 50 milhões de metros cúbicos de gás natural. Hoje, esse gás está sendo armazenado. Até o final do ano, com a inauguração oficial da Unidade de Tratamento de Gás de Anchieta (UTG Sul), esse gás natural produzido pela Shell passa a ser enviado para a unidade. Um gasoduto ligando o Parque das Conchas até Jubarte já está pronto. De Jubarte, o gás será enviado para a UTG pelo gasoduto Sul Capixaba.

Com as informações – A Gazeta

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta