Rapidinhas da madruga – tem até cangurú

0

Olha o cangurú! Não dorme não… olho na proa! Tem colega que só acorda com o alarme tocando… rsrsrsrsrs. Rapidíssimas? Essas “Rapidinhas” estão ficando cada dia mais demoradas. Do Amazonas, ao Alaska, passando pela Venezuela que não quer mais mandar petróleo para os EUA e até pelos australianos que estão em Terra Brasilis, as rapidinhas estão em todas! Não passa nada!

Óleo de Tupi pode ser usado para lubrificantes – A Petrobras estuda a possibilidade de utilizar o óleo produzido no pré-sal da bacia de Santos como matéria-prima para fabricação de lubrificantes na Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro. De acordo com o diretor de abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, a utilização está em testes pela companhia e, caso o óleo do pré-sal seja usado para produção de lubrificantes, poderá significar o fim da importação de óleo para fabricação de lubrificantes. O diretor explicou ainda que a estatal comprou todo o óleo produzido em Tupi desde o início do teste de longa duração (TLD), em maio de 2009. Segundo Costa, foi feito um contrato com a britânica BG e a portuguesa Galp para compra de todo o óleo produzido no local até 31 de dezembro, quando deverá ser declarada a comercialidade da região.

Navegação retomada no Rio Madeira – A navegação pelo rio Madeira, prejudicada no segundo semestre devido à estiagem prolongada deste ano, está sendo retomada em uma escala maior com o início das chuvas e a melhora no nível do leito. Com isso, duas das grandes tradings do agronegócio – Amaggi e Cargill – já não estão sendo obrigadas mais a desviar rotas para evitar trechos que se encontravam com níveis muito baixos, oferecendo risco de encalhamento às embarcações. No mês de agosto, as duas companhias tiveram dificuldades e uma delas – a Hermasa Navegação da Amazônia, do grupo André Maggi – chegou a suspender temporariamente os embarques temendo problemas como o encalhe das barcaças em alguns trechos do rio Madeira. Segundo técnicos da Hermasa, o nível do Madeira costuma baixar todos os anos no período da seca, porém em 2010 o nível ficou bem abaixo do previsto. De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Grupo André Maggi, a navegabilidade está estabilizada e o nível do rio Madeira está subindo lentamente. Lembrou, contudo, que ainda existem alguns pontos onde o nível está muito baixo e exige atenção maior dos operadores.

Picolé de Petróleo nos EUA é na verdade uma “raspinha” – As reservas estimadas de petróleo bruto no Alasca são dez vezes menores do que se acreditava até agora, anunciou o Instituto Geofísico dos Estados Unidos (USGS). Após uma nova exploração da vasta superfície do estado situado a noroeste do Canadá, o observatório concluiu que há 896 milhões de barris de petróleo no subsolo do Alasca e nas águas territoriais adjacentes, ou seja, menos de 10% das estimativas feitas em 2002 (10,6 bilhões de barris). Além disso, os especialistas também revisaram em baixa (-13%) suas estimativas de reservas de gás, a aproximadamente 1,5 trilhão de m3. A região do Alasca foi objeto de uma intensa exploração na última década, estimulada pela maior descoberta de petróleo terrestre dos Estados Unidos nos últimos 25 anos.

Chavez vai diminuir petróleo para os EUA – A Venezuela está pondo em prática a estratégia de diversificar suas exportações de petróleo, prometendo mais combustível para Bielorrússia e Síria e menos para os Estados Unidos, onde o governo cogita vender patrimônio. O ministro do Petróleo, Rafael Ramírez, disse na quarta-feira que o país, maior produtor sul-americano de petróleo, irá elevar no ano que vem suas exportações a Belarus em 150 por cento, chegando a 200 mil barris por dia. A estatal petrolífera PDVSA também irá exportar 20 mil barris diários de diesel à Síria, conforme acordo assinado pelo presidente Hugo Chávez numa recente viagem. Ramírez disse a jornalistas que qer reduzir o Mercado à vista, confirmando que estava assinando acordos de fornecimento de longo prazo. Ramírez rejeitou as acusações de adversários do governo que dizem que a Venezuela está perdendo dinheiro por causa de contratos favoráveis a grandes clientes como a China.
– Não vendemos petróleo com desconto a ninguém (…). Estamos enviando petróleo a Belarus a preços acima do valor de mercado – disse ele a jornalistas. – Tivemos um preço médio de 78 dólares por barril desde abril (para as vendas a Belarus), o que é 60 centavos acima do preço WTI (West Texas Intermediate).
Ramírez afirmou também que a Venezuela suspendeu a exportação de gasolina para o Irã, o que ajudava o governo iraniano a contornar as sanções contra o seu programa nuclear. Ele disse que o Irã não está mais precisando do combustível. Durante a recente viagem de Chávez a Europa, Rússia e Oriente Médio, a PDVSA finalizou a venda da sua participação na refinaria alemã Ruh Oel. Há muito tempo a empresa se queixava de que o negócio não era rentável. Agora, todos os olhos se voltam para a Citgo, subsidiária da PDVSA nos EUA, que Chávez e Ramírez chamam de “mau negócio”. O ministro não chegou a declarar a intenção de vender a empresa, pois disse que há restrições previstas em complicados contratos internacionais.

Cangurú pulando por aqui – A Karoon Petróleo e Gás, subsidiária integral da Karoon Gas Australia, espera levantar até R$ 1,77 bilhão em sua oferta pública inicial de ações prevista para novembro, caso consiga colocar todas as ações e lotes extras previstos na operação pelo preço máximo sugerido. A companhia pretende emitir inicialmente 1,03 milhão de ações ordinárias (com direito a voto), a um preço a ser fixado no intervalo entre R$ 1.025 e R$ 1.275. No caso de excesso de demanda, a oferta contará com um lote adicional de 20%, ou 206 mil ações. Há ainda a possibilidade de colocação de um lote suplementar de 15%, ou 154,5 mil ações. A emissão será primária, ou seja, os recursos vão para o caixa da empresa. O início das negociações das ações no Novo Mercado da BM&FBovespa está previsto para dia 12 de novembro. Os papéis serão negociados sob o código KRBR3. A oferta tem como coordenador líder o Morgan Stanley, em parceria com Credit Suisse e BTG Pactual. Esta é a segunda companhia do setor de petróleo a gás a abrir capital depois da capitalização da Petrobras, ocorrida em setembro. Na segunda-feira, foi a vez da HRT Participações estrear na BM&FBovespa. A companhia pré-operacional fundada em 2008 por ex-funcionários da Petrobras e da Agência Nacional do Petróleo (ANP) levantou R$ 2,6 bilhões em sua oferta inicial de ações. A Karoon Petróleo e Gás possui cinco blocos no Brasil, todos na Bacia de Santos, incluindo participações em Tupi, e também atividades no Peru – além da Austrália, conforme matéria do Valor de setembro. Em junho, a consultoria internacional DeGolyer & MacNaughton certificou a existência de pelo menos 577 milhões de barris de óleo equivalente (boe) riscados na região, avaliados em média por US$ 5,92 o barril.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta