Cameron assina acordo com a Petrobras

0
304

A Petrobras e a Cameron – empresa norte-americana fornecedora de equipamentos e sistemas para escoamento de petróleo e gás – assinaram no dia 25 de fevereiro (sexta-feira), um Memorando de Entendimentos para cooperação tecnológica em projetos de pesquisa e desenvolvimento voltados para a área de equipamentos submarinos.

A assinatura do acordo é uma das etapas para a construção pela Cameron de um centro de tecnologia no campus da Unicamp, em Campinas (SP). Atualmente, a Cameron já conta com três plantas industriais no Brasil, localizadas em Jacareí, Taubaté (SP) e Macaé (RJ). Além da construção do centro de tecnologia, também está previsto aumento da infraestrutura de testes na planta de Jacareí, com a instalação de uma câmara hiperbárica e uma série de testes de alta pressão, para execução de ensaios e qualificação de equipamentos submarinos.

O reforço da infraestrutura de pesquisa e desenvolvimento da Cameron no estado de São Paulo está alinhado à estratégia da Petrobras de atrair para o Brasil centros tecnológicos de importantes fornecedores da indústria de petróleo e gás. O crescimento dessa indústria no Brasil tem gerado oportunidades para as empresas internacionais que atuam no setor e, para a Petrobras, o momento é oportuno para estabelecer parcerias tecnológicas de longo prazo com a premissa de que a maior parte do desenvolvimento tecnológico seja feito no país.

O gerente executivo do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), Carlos Tadeu da Costa Fraga, ressalta que “a Cameron é um entre vários fornecedores importantes da Petrobras que estão estabelecendo no Brasil centros de pesquisa e desenvolvimento. Esse movimento, em conjunto com a expansão do Cenpes e com o reforço da capacidade experimental nas universidades e institutos de pesquisa brasileiros, contribuirá para que o Brasil se consolide como um dos principais pólos tecnológicos internacionais nesta área”.

“É de grande importância o aumento da capacidade da Cameron para atender às necessidades da Petrobras para implantação dos empreendimentos de desenvolvimento da produção em águas ultraprofundas, com conteúdo tecnológico e fabril estabelecidos no país”, comenta Solange Guedes, gerente executiva de Engenharia de Produção da Petrobras.

Este Memorando de Entendimentos é válido por 16 meses, período no qual a Petrobras e a Cameron, por meio de discussões técnicas, identificarão oportunidades e poderão estabelecer projetos de pesquisa e desenvolvimento para a realização conjunta.

Com as informações – Portal Fator Brasil

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta