Russia fabrica navio com casco todo em fibra

2

Projetistas e construtores navais russos estabeleceram um novo recorde mundial. Num estaleiro de São Petersburgo fabricaram com sucesso o maior casco de navio do mundo inteiramente produzido por laminação em materiais compostos e resina. A altura do casco é de 8 metros, e o seu deslocamento (o correspondente ao peso da água deslocada) é de quase mil toneladas.

O casco será utilizado na construção de um supermoderno navio caça-minas da Marinha russa, com o corpo inteiramente construído em fibra de carbono. Segundo Vladimir Seredoho, Diretor-Geral da empresa naval Sredne-Nevski, responsável pelo projeto, as características do navio vão superar todos os projetos análogos disponíveis no mercado mundial.

Vladimir Seredoho

O estaleiro trabalha há mais de 40 anos com construção naval em materiais compostos, e o seu primeiro projeto, também um caça-minas, foi criado em 1963. Hoje, a empresa emprega os mais modernos materiais de última geração, e utiliza a tecnologia de fusão a vácuo, mais conhecida como vacuum forming.

Essa nova tecnologia, num processo todo controlado por computador, permite a criação de um casco de navio de uma só vez, e sem contato humano direto. O resultado é um casco até 70% mais leve, com resistência comparável à do aço, segundo seus engenheiros.

Navios terão o casco em fibra - Invisível e econômico

Os navios fabricados em materiais compostos são extremamente vantajosos para a Marinha. Além de invisíveis aos radares, não enferrujam e têm um consumo de combustível significativamente menor.

Além de entrar para o Livro Guinness dos Recordes, o feito dos projetistas e construtores navais russos de São Petersburgo será registrado em todas as publicações especializadas em construção naval.

Com as informações – Diário da Rússia

Por Rodrigo Cintra

2 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta