No aniversário da ASSOMMM, Portal Marítimo encontra Zezé Safa Onça

4
604

Foi na última sexta-feira que tivemos o prazer de encontrar a lenda da Marinha Mercante. Sim, ele mesmo, caro leitor! Encontramos Zezé Safa Onça! Ele está vivinho da Silva com seus 91 anos de idade. Praticante de 1938, esbanjou alegria e experiência na ASSOMMM – Associação de Oficiais de Máquinas da Marinha Mercante.

Como toda boa casa de maquinistas, não havia preconceito. Marinheiros, Moços, Condutores, Terceiros, Segundos, Primeiros e Chefes, todos na mesma casa, conversando e confraternizando juntos. Embora o ambiente fosse da maior informalidade, as cadeiras e sofás foram gentilmente reservadas para a velha guarda e lá estava, quietinho com seu terno antigo, óculos abaixo dos olhos, tomando uma bela dose de uísque, o nosso Zezé.

Como um bom malandro, ficou na dele, conversando com a galera cascuda. Volta e meia, o próprio presidente da ASSOMMM, ia lá e enchia seu copo de scotch. E ninguém derrubou Zezé. Acredita nisso?

Entre um drink e outro, notei que ele fechava a expressão e parecia discutir enquanto os outros riam. Foi o tempo de eu olhar para o lado e ouvir o barulho seco do copo de couro e os dados batendo na parede. Era pitoco! Zezé odeia pitoco!

Catei os dados, pus dentro do copo e fui devolver. Categoricamente, o OSM me disse: “Garoto, eu não sei quantas oportunidades de fazer isso você vai ter na vida, mas aproveite esta e tire este pitoco da minha frente!”. Gargalhada geral!

Foi quando o jovem jornalista pôde se sentar à mesa com os mestres e ouvir um pouco daquelas enciclopédias vivas sobre máquinas e motores. Do analógico ao digital, da guarnição ao desguarnecido, tudo estava ali, bem diante dos meus olhos. Aquilo foi emocionante!

Papo vai, papo vem, e o inesperado aconteceu. Zezé Safa Onça se levantou e pediu a palavra. Prontamente atendido, o velho Chefe fez um caloroso discurso onde disse coisas realmente impressionantes. Fora um dos fundadores da ASSOMMM, fora presidente da mesma durante 15 anos dentro dos quais conseguiu benefícios significativos para a classe, fora oficial do Lloyd brasileiro e fora praticante de 1938. Simplesmente a maior lenda viva da Marinha Mercante brasileira.

Na verdade estamos falando do OSM Edvaldo José da Silva, que aparece na foto ao lado do OSM Alexandre, Presidente da ASSOMMM

Realmente, foi uma tarde de prestígios a uma casa que até mesmo já abrigou associados que vieram ao Rio de Janeiro em busca de emprego e não tinham nem onde dormir. Uma casa onde oficiais e praças se entendem, onde bebem e comem com fartura, onde a conversa é calma e malandra, onde a sagacidade prevalece. Uma casa com a cara de Zezé Safa Onça.

Parabéns ASSOMMM, pelos 38 anos de vida!

Um abraço!

Conheçam a saga de Zezé Safa Onça clicando aqui.

Por Marcus Lotfi

4 COMMENTS

  1. Poxa, Lotfi, vou te falar.
    Na verdade, ele não era o Zezé, mas sim veterano dele, pôxa.
    Chefe Edvaldo deu muito trote no Zezé e dizem que era melhor na Capoeira do que o próprio Zezé.
    No dia da confusão no Teatro Municipal ele tava em terra e, inclusive, visitou o Zezé no Bailéu.

  2. Essa lenda viva da Marinha Mercante tive o prazer de conhecer quando ele era Presidente do ASSOMMM nos idos de 97, quando me associei e comecei a admirá-lo pela energia que nos passava, quando ali íamos para um cafézinho, uma água gelada, ou um bate-papo sem igual. Meu caro Chefe Edvaldo que DEUS continue a iluminar a sua existência e te dê vida longa. Parabéns Associação pela magna data, Parabéns meu caro atual Presidente Alexandre, grande mestre do CIAGA e bom amigo.
    A gente se vê em janeiro de 2012 quando irei ao Rio.
    Forte abraço a todos.
    Mamoré
    Chefe de Máquinas / Elcano

Deixe uma resposta