DPC informa – Regra temporária para os Praticantes

22
1080

DPC informa oficialmente as novas regras temporárias para os Praticantes. Agora o PREST poderá ser cumprido integralmente no Apoio Marítimo. Já sabemos disso há alguns dias, mas estávamos aguardando a nota oficial. Veja o texto abaixo.

“PREST completo em Empresas de Navegação de Apoio Marítimo: 

Está autorizada pela DPC, em caráter temporário, até 30/06/2012, a realização do PREST completo, para os alunos oriundos da EFOMM, dos ASON/M e dos ACON/M, em Empresas de Navegação de Apoio Marítimo, inclusive para os estágios em andamento ou paralisados. O PREST, de acordo com as “NEPM-Aquaviários”, deve ser realizado a bordo de navios de bandeira brasileira classificados para operar em mar aberto, ou em navios de bandeira estrangeira, quando não houver vagas suficientes em navios de bandeira nacional.” 

Se a notícia é boa ou ruim, eu tenho a seguinte opinião: depende do seu ponto de vista.

Caso os leitores queiram, esta é uma ótima chance de discutirmos o assunto aqui em nosso fórum.

Por Rodrigo Cintra

22 COMMENTS

  1. a medida é no mínimo lógica. infelizmente para alguns praticantes isso pode vir a ser um empecilho para um desejável embarque em navios de longo curso que pode ocorrer em algumas empresas.

  2. Embora também não tenha sido divulgada, a DPC também concedeu, em caráter temporário, isenção do PREST para alunos do ACOM que tenham trabalhado embarcado por mais de 365 dias nas funções de MECÂNICO, CHEFE DE MÁQUINAS OU CONDUTOR TIRANDO QUARTO DE MÁQUINAS em embarcações com potência acima de 3.000KW.
    Não vejo com bom olhos tal medida, já que a praticagem é fundamental para moldar o futuro oficial, já tinha um certo receio em trabalhar com pessoal oriundo do ACOM, agora então… to correndo de ter um profissional desses a bordo.

    • CARA SOU CONDUTOR E FAREI ACOM, POSSO LHE ASSEGURAR QUE NAO PERCO EM NADA PRA VC NA VERDADE ACREDITO SER BEM MELHOR CONDUZINDO MAQUINAS OU CALDEIRAS DO QUE VC.
      Conheço muitos oficiais oriundos de efomm, que são umas malas sem alça aposto que você é um desses.

      • hj em dia ciaga forma um monte de oficial burro q não sabe nada , q não sabe nada nem na teoria conheço um monte tudo oriundo da efomm q não tem disposição , tem uns asom tbm q são de nariz empinado , mas quando chegam na praça de maquinas se não tiver apoio de todos do moço até chemaq , vai se rebarbado poh todos e perde a moral , o culpado disto é a marinha q coloca na cabeça da pessoa q ele vai fazer e acontecer mais na hora não bem aquilo q falaram , o cara q faz efomm é o q menos sabe na pratica ele só conhece navio numa visita ou no livro , alguns asom até tem algumas experiência mais é raro mas efomm é 100% não sabem nada , então estes caras q se acham os bons q foram da efomm vcs não chegam nem ao dedo mindinho do pé de cdm de 30 anos de profissão, q fala errado e nordestino das antigas q são os melhores q eu ja vi na minha vida.

        • Caro rodrigues, nunca vi nenhum oficial burro oriundo EFOMM. Caso o senhor não saiba para ingressar na escola de oficiais, que é uma instituição de nível superior, é preciso prestar concurso que é hiperconcorrido e a nivel nacional. Agora qual é o critério para ingressar no caaq ou no curso de moço?
          E só completando, até hoje com todos os meus anos na marinha mercante, não vi nenhum mercante oriundo da efomm que não soubesse assinar o seu nome completo e por extenso, já posso não dizer a mesma coisa CDMs que já vi ate hoje.

          • Um bom conselho de um veterano Cdm-Chefe de máquinas: REGRA III/3- Jamais,o sub-estime. Principalmente quando o motor precisar ser parado imediatamente- Nota: Se a pressão de combustão variar em > uo <( 3Kg)Sob à pressão desigual use o comparador de compressão interna para todas válvula de descarga
            e observe as sedes,guias. Após calibragem geral, lubrifique- os com
            óleo limpo os balacins dos mancais do eixo de cames. Seu motor irá agradecer!

      • Jovem (falo isso, porque pelo tom de suas palavras você ainda deve ser novo na profissão), não me leve a mal, não estou desmerecendo a classe dos CDMs. Vou lhe contar um fato que talvez você entenda o meu ponto de vista…
        Há algum tempo atrás conheci um cozinheiro que embarcara comigo em na cabotagem, pois bem esse tal sujeito é um tremendo remo torto, acho que não tinha nem o 1° grau, e a pouco tempo ele comprou um diploma de técnico e fez o curso caaq e se tornou CDM, inclusive a ultima que soube é que estava como bombeador na transpetro, enfim o cara não teve o mínimo de preparo para operar a carga de um navio petroleiro, isso é um absurdo, e mais o cara pretende fazer o acom!
        Não vou ficar rodeando, não sou novo na profissão, já tenho muita craca no costado e nesses anos todos o que tenho observado é que a qualidade dos profissinais esta cada vez pior. Conheço muito CDM, em especial oriundos do sul (Itajaí) que compraram suas carteiras e alguns já chegaram a fazer o curso de oficial, pessoas sem o mínimo de preparo, sem o básico de qualificação, não é questão de preconceito, é questão de segurança e bom senso!
        Você viajaria em uma avião aonde o piloto comprou sua licença para pilotar?
        Pense bem, não estou sendo preconceituoso só estou levantando uma realidade que ninguém quer enxergar, e infelizmente esse pessoal que não são minoria, acabam queimando o filme do pessoal do pessoal que é “certinho”.

        E concluindo… tiro o chapeú para os que entraram legalmente, através de concurso, como moço e galgam chegar ao oficialato ou os jovens que vieram de escolas federais de renome como cefet e etam, fizeram o curso de condutor e pretendem crescer, esses sim merecem chegar até OSM ou CLC… Agora aos que compraram suas carteiras, compraram diplomas ou entraram pela janela, esses sim devem se doer com os meus comentários.

        • Prezado Dioclesiano Silva: Você saberia informar em quantos sistemas de controle de automação em malha fechada, são disponibilizados nas técnicas de estruturas da automatização e automação naval moderna?

  3. caro Deocleciano ,voce é mais um preconceituoso ,vim do acom e não me comparo com muitos ”oficiais” que conheço ,alguns ate que não sabem nem para que lado se fecha uma valvula,
    hoje sou subchefe na finarge e se estou neste cargo não é por causa dois meus olhos azuis

    • Parabéns Afonso, se você não comprou sua carteira, não comprou nenhum diploma e não fez embarque fantasma na sua cir vc tem o meu respeito e admiração.
      Dê o melhor de si e mude a imagem que alguns têm do pessoal do ACOM-N!

  4. agora ficou claro acom/n – cabotagem ou logo curso e efomm é offshore junto com asom/n, esta determinação vai quebrar a transpetro q sugar efomm direto e outras de cabotagem.

  5. esse cidadão tal Deocleciano é muito preconçeituoso deveria respeitar os colegas de profissão e não falar besterira do pessoal que fizeram ACON/ACOM pois esse pessoal tem bagagem na suas vidas profissionais não sei como ainda tem esse tipo de gente entre nós.

    • Italo, não estou falando besteira. Você sabia que tem tem gente cursando o acon (nautica), sem nunca ter embarcado como CTR ou MCB, aliás sem nem ter o tempo exigido de embarque.
      Vou te contar outra história, um sujeito tirou a carteira de moc, mas nunca chegou a embarcar, continuou trabalhando em terra fazendo lotada com uma van. Pois bem, esse camarada tinha um amigo que trabalhava em uma empresa de turismo, esse amigo embarcou a cir do individuo num saveiro de passeio turistico, e assim o cara cambou para mnc, ctr e mcb e quando deu o tempo foi cursar o acon no ciaga, aí eu lhe pergunto, qual a bagagem que esse cara tem para ser oficial de nautica? Se puder me responder eu retiro tudo o que comentei anteriormente!
      E essa história é real, não vou entrar mais em detalhes mas como essas existem muitas outras.

  6. Caro colega Deocleciano vc estar correto no fato de terem muitos colegas de profissão que nunca foram da areA e consegue cambar suas cir´s para fazer o acom, mas independente dessas coisas erradas que acontecem vc ñ dever fechar os olhos para os companheiros do ACOM sao maoiria bons profissionais entao respeite a cadegoria CDM.

  7. Caros amigos,

    como pude ler nos comentários do pessoal o assunto que estava em pauta não foi quase debatido, a conversa acabou cambando para outro bordo. Voltando ao assunto principal da matéria, gostaria de saber onde está publicada esta nova regra? pois como se nota ela está bem ambígua, não deixa claro se valerá para quem irá começar o prest até esta data ou pra quem irá terminar. Aqui no Ciaba as informações são desencontradas. Então se alguém souber esclarecer estás dúvidas ficarei agradecido.

    Bons Mares a todos.

  8. isto tudo é medo , pq hj as empresas preferem acom/ns e asom/ns para trabalhar pq tem mais experiência e capacidade , enquanto um monte de aluno da efomm só sabe o q é navio pelo livro ou revista e não tem a mínima noção o que espera e ate mesmo desiste da profissão

    • caro amigo cdm rodrigues concordo com td o q vc falou. a maturidade e a experiencia dos acom/n e asom/n dá banho em muito muleque de efomm. essa criançada se acha muito e sem motivo. acho q o militarismo babaca da efomm faz eles se sentirem os fodões. Cdm rodrigues vc tem o meu respeito por suas palavras vc disse td agora

  9. Nós temos que aproveitar a oportunidade para estudar e aceitar que tanto EFOMM qto o ASON/M,são meninos na profissão como nós fomos no início de carreira.Não devemos desmerecer ou conflitar em rixa o conhecimento adquirido. Outra coisa;o respeito se conquista com trabalho e capacidade,pois sou cmdt oriundo de ACON e tenho formação acadêmica.
    Amigos de profissão,não perca tempo com debates improdutivos,ESTUDEMOS!!!

Deixe uma resposta