Costa Concordia – Sétimo corpo é encontrado e Itália vai declarar estado de emergência na área do incidente

0
443

O Governo italiano decretará estado de emergência na área onde naufragou na noite da sexta-feira passada o cruzeiro Costa Concordia, diante dos possíveis vazamentos de combustível e outros materiais poluentes.

Assim anunciou nesta segunda-feira o Ministro de Meio Ambiente italiano, Corrado Clini, ao término de uma reunião na delegação do Governo em Livorno, onde analisou a situação atual do cruzeiro que encalhou em águas da ilha de Giglio, um naufrágio que até agora deixou seis mortos e pelo menos 14 desaparecidos, podendo este número chegar a até 29 (grifo nosso).

“Existe um risco grande, vinculado à quantidade de combustível que existe no depósito”, afirmou o ministro, garantindo que assim que averiguar possíveis vazamentos de materiais poluentes tomará as medidas “necessárias para reduzir e conter o risco”.

Cada vez é maior a preocupação entre as autoridades italianas pelo dano ambiental que pode ocasionar o naufrágio do Costa Concordia, já que o navio ainda abriga 2.380 toneladas de combustível, que correm o risco de serem despejadas no mar.

Dos 29 desaparecidos, quatro pertencem à tripulação do navio e 25 são passageiros, informou o comandante-geral da capitania italiana, Marco Brusco. Porém, ainda há uma réstia de esperança em encontrar mais pessoas com vida.

Marco Brusco afirmou ainda que, entre os desaparecidos, estão dez alemães e seis italianos.

As condições meteorológicas sentidas na zona e a localização do navio têm afetado o trabalho das equipas de salvamento.

Até agora os corpos resgatados pertenciam a dois turistas franceses, um italiano, um espanhol e um peruano. O sexto, encontrado na segunda, e o sétimo corpo ainda não foram identificados.

Recorde-se que a bordo do navio seguiam 4231 pessoas, incluindo passageiros e tripulação.

Com as informações – A Bola / AFP

Nota do Editor: as informações a respeito do número de desaparecidos ainda estão desencontradas. Uns falam em 14 outros em 29. Pelo que pudemos checar no noticiário internacional, são 29 os desaparecidos.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta