Sai a lista de desaparecidos do Costa Concordia

1
484

A Unidade de Crise formada depois do acidente com o transatlântico “Costa Concordia” na sexta-feira à noite no litoral da Toscana, na Itália, divulgou há pouco a nacionalidade dos 29 desaparecidos, são eles: 14 alemães, seis italianos, quatro franceses, dois americanos, uma peruana, um indiano e um húngaro.

O navio encalhou perto da ilha de Giglio e logo em seguida adernou. Ao todo, mais de 4,2 mil pessoas estavam a bordo, entre passageiros e tripulantes.

Até esta terça-feira as autoridades contabilizavam 16 desaparecidos, mas na noite anterior, durante um programa de TV, o comandante geral da Capitania dos Portos, Marco Brusco, falou em 29 ainda não localizados.

As nacionalidades deles também não tinham sido detalhadas oficialmente. Os dados até então partiam das embaixadas que comunicavam a falta de cidadãos.

Dos tripulantes desaparecidos na lista divulgada nesta terça-feira figura a peruana Erika Soria, de 26 anos, que trabalhava como camareira no cruzeiro. Ela foi vista pela última vez entrando em um dos botes salva-vidas.

Ainda da tripulação do “Costa Concordia” um dançarino húngaro, o músico italiano Giuseppe Girolamo, que se apresentava em um dos restaurantes no momento do impacto, e um indiano.

Os outros cinco italianos são William Arlotti e sua filha de cinco anos, Maria D’Introna, Maria Grazia Trecanico e Lucia Virzi.

Além de quatro franceses, 14 alemães e os americanos Gerrald Heil, de 69 anos, e sua mulher Barbara, de 70.

Os mergulhadores do corpo de Bombeiros que fazem buscas tiveram de suspender na segunda-feira o trabalho devido ao mau tempo.

Nesta terça-feira a situação do mar está mais tranquila e assim deve permanecer até quarta-feira, por isso que a busca continuará sem pausa.

O naufrágio foi consequência, como confirmou na segunda-feira a companhia Costa Cruzeiros, dona da embarcação, de um “erro humano” do capitão que aproximou o navio até 150 metros do litoral da pequena ilha do mar Tirreno. Na manobra houve o impacto contra rochas. Até o momento seis corpos foram resgatados.

Com as informações – EFE

Por Rodrigo Cintra

1 COMMENT

  1. A peruana Erika não era camareira e sim trabalha no Bar, como consta foto em outra matéria ela usando uniforme do bar. Seu corpo foi achado usando calça, as camareiras usam saia.

Deixe uma resposta