Pernambuco – Aviação Offshore é carreira promissora

13
561

O aquecimento da indústria de petróleo e gás e as descobertas de reservas no pré-sal têm feito a carreira de piloto de helicóptero prosperar. A cada ano, mais vagas são abertas em todo o País, incluindo Pernambuco, com destaque também para as idas e vindas de executivos a Suape.

Em todo o Brasil, o número de licenças emitidas anualmente saltou de 187, em 2006, para 450, em 2011, segundo os dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A formação é cara e exige tempo. Hoje as principais demandas, assim como os melhores salários, são por profissionais nos setores executivo e offshore. A remuneração inicial costuma ficar em torno de R$ 6 mil. Pilotos mais experientes, no entanto, podem ter um ganho que ultrapassa R$ 15 mil.

Na área executiva, a principal função é de taxi aéreo, que leva profissionais do alto escalão de grandes empresas a seus compromissos. Já os que fazem voos offshore costumam prestar serviço a petroleiras, transportando equipes para as plataformas.

De acordo com a Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (Abraphe), o Brasil tem hoje aproximadamente 3.400 pilotos de helicóptero licenciados em exercício. “São poucos os pilotos desempregados, não chega a 5%. A demanda atual está sendo atendida”, afirma o presidente Rodrigo Duarte.

Para se ter ideia, a frota de helicópteros no Estado de Pernambuco vem crescendo entre 10% e 15% nos últimos três anos, segundo a associação. Números da Anac mostram que atualmente o Estado ocupa a 11ª colocação em número de helicópteros registrados no País, com total de 25 aeronaves.

Localmente, a única opção para formação de pessoal é o Aeroclube de Pernambuco, no Pina, Zona Sul da capital. Mas lá só é dado o curso teórico, que custa cerca de R$ 2 mil e tem duração entre 3 e 4 meses. Para fazer o prático, é preciso sair do Estado e ir para locais de referência, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Curitiba. Foi justamente nesta última localidade que o publicitário Fernando Bastos resolveu apostar. Ele largou tudo há alguns anos e resolveu apostar na carreira. “Nunca tinha pensando na profissão, mas terminei me encantando quando via alguns modelos no aeroclube. E está dando certo”, comemora. Ele também diz saber dos desafios, está ciente que precisa de muito mais horas de voo do que as exigidas pela Anac para conseguir as melhores oportunidades. “O mercado realmente está absorvendo, mas é preciso se dedicar”, aconselha.

Com as informações – Raissa Ebrahim / JC

Por Rodrigo Cintra

13 COMMENTS

  1. Bem,sou Oficial de Máquinas,na posição de 1°Oficial,e tenho vencimentos que ultrapassam o final de carreira dos pilotos de helicóptero.
    Sempre tive a vontade de me dedicar a esta ocupação,mas após este artigo,percebo que possuo uma das melhores qualificações do mercado,com vencimentos muito atraentes e com férias anuais de 6 meses.
    Forte abraço a todos.

    • boa noite Antonio, faça esse bem a nós pilotos continue no emprego que vc tem, afinal voar e´para poucos, ahh e tem mais se fosse pelo salario jamais optaria em ser piloto sou piloto porque gosto do que faço. abç.

    • Antonio, um piloto de helicóptero na Amazonia chega a ganhar LÍQUIDO + ou – R$ 44.000,00 transportando carga externa. Trabalha 15 dias, descansa 15, e fica 45 dia de férias (faça as contas). Quando chega da missão, realmente ele faz algo parecido com seu trabalho – ele pega a lancha e vai para o mar com uma linda mulher, curtir!. E outra você nunca vai comandar uma embarcação como 1° Oficial, vai ficar sempre enterrado lá no óleo e na graxa. Krsrsrsrsrsrs

      • Prezado Medeiros

        Apesar de nós, oficiais de máquinas, não podermos comandar embarcações e, como você mesmo falou, vivermos enterrados no óleo e na graxa (não é bem assim não, mas mesmo assim temos muito orgulho disso), os cargos de superintendência (superintendente é o profissional ao qual o Comandante se reporta) são ocupados por oficiais de máquinas. Inclusive, na empresa em que trabalho, este é meu cargo atualmente.
        Senti uma certa tendência ao deboche e ao escárnio em seu comentário, mas entenda que nos orgulhamos do óleo, da graxa… mas nos orgulhamos muito mais é do conhecimento adquirido quando você faz parte da Manutenção, sabia? Esse sim é o nosso maior orgulho. Saber o que acontece depois que alguém aperta um botão, todos os processos envolvidos, equipamentos acionados, princípios físicos disso tudo, enfim… cara, isso é muito bom. Muito bom mesmo, acredite. Vai ver que até por isso mesmo é que ser Oficial de Máquinas realmente não é para qualquer um. Tem que gostar muito, senão você simplesmente será mais um peso a bordo, indo lá, dando seu miguézinho e depois indo embora sem ter feito a mínima diferença.
        Obrigado por participar do nosso site.

  2. Vcs,pilotos,são um bando de recalcados.
    Como co-pilotos,o que vcs terão que ser por longos anos,o salário será uma miséria e a ídéia do parceiro aí de cima – pegar uma lancha e curtir com uma mulher linda – é algo que somente os marítimos,que já conhecem a área e têm grana para oferecer esse conforto,podem realmente curtir.
    Abraços.

  3. Nossa que coisa absurda, estas criticas que nao levam a nada e nem a lugar nenhum, ambos tem um belissimo cargo, que muitos sonham inclusive meu filho que tem 17 anos vai começar um curso agora de piloto, e isto é um sonho pra ele e com certeza quero poder ajudar ele a alcançar
    abraço a todos.. ah.. isso dizem que é coisa de mulher ficar criticando ou com ciumes do emprego alheio tem espaço para todos e so buscar o seu ideal.
    abraços
    ROBERTA

  4. SÓ UM IDIOTA SE REFERE A MANUTENÇÃO, SEJA QUAL FOR, DESTE JEITO….FAÇO MANUTENÇÃO DE HELICÓPTEROS…ALIÁS OS QUE VC VOA ( se é que voa mesmo ,rsrs) . SOU GRAXEIRO E AMO MEU TRABALHO PQ FAÇO VOAR…ENTENDEU?? VC DEPENDE DE MEU TRABLHO….QUANTO AO SEU ….RSRS…OS DRONES ESTÃO ACABANDO C SUA PROFISSÃO !!! ABRAÇO AOS DEMAIS…..

  5. Sou Comandante de EC-130 com mais de 3000 horas voadas, acho que as pessoas aqui nos comentarios acima perderam a proa, a questão não é o quanto ganha e sim o prazer no que faz!, já ganhei pouco como instrutor e muito como Piloto de Governo algo que ultrapassa a R$ 30.000, e hj estou no meio desse valor trabalhando bem menos com particular, indo de condominio a resorts no nordeste com tudo pago pelo patrão, isso que é vida meus caros! “cada macaco no seu galho!” faça oq gosta!

Deixe uma resposta para Granzotto Cancelar resposta