Vale é acusada de boicote por estatal chinesa

2
423

A Vale, a maior produtora de minério de ferro do mundo, está sendo acusada de boicotar navios da China Ocean Shipping em protesto contra a proibição dos meganavios da mineradora brasileira. A empresa estatal chinesa, maior operadora de carga a granel em navios do país, mostrou preocupação com a atitude da empresa, uma vez que pode trazer grande impacto sobre as operações.

Diante disso, a empresa chinesa, conhecida como Cosco, está considerando apresentar uma queixa no Ministério do Comércio da China, conforme disse seu presidente, Ma Zehua, em entrevista realizada na véspera em Pequim. Segundo ele, a Vale tem evitado a frota da Cosco há cerca de dois meses, mesmo que isso signifique usar navios mais caros.

Zehua criticou as medidas da mineradora, classificando-as de irracionais. “Acreditamos que suas decisões são baseadas na ideia de que a Cosco está fazendo lobby e pressionando o governo para não permitir os Valemax [meganavios da mineradora] nos portos chineses”, comentou o presidente da estatal da China. 

A Vale ressaltou que “respeita a decisão soberana da China sobre a questão”. A mineradora vendeu no primeiro trimestre 47% do minério de ferro e pelotas para clientes chineses. Por sua vez, as taxas de navios da Cosco no mesmo período – que são cerca da metade do tamanho dos meganavios da Vale – foram as mais baixas pelo menos desde 2000. A empresa registrou prejuízo nos primeiros três meses do ano de US$ 430 milhões.

Preocupações com os meganavios da Vale

A Cosco mostrou preocupações com os Valemax, que são quase tão grandes quanto a Bank of America Tower, de Nova York, disse Zehua. O plano da mineradora brasileira é investir ao menos US$ 8 bilhões em uma frota de 35 meganavios.

Segundo Zehua, “o navio que carrega 400 mil toneladas de minério de ferro projetado e construído pela Vale não é seguro”. Para ele, ao longo dos próximos anos poderemos ver um número crescente de problemas de segurança.

Com as informações – Info Money

Por Rodrigo Cintra

2 COMMENTS

  1. Qual é a dos chineses…acharam que a VALE ia ficar parada sem retaliar a atitude tomada pelos chineses?…A verdade e que um precisa muito do outro e se nao chegarem a um acordo, os dois lados vao perder nessa empreitada…os chineses deram uma puta rasteira na VALE impedindo ela de operar os mega-navios depois de ja terem investido uma grana forte e agora reclamam que a VALE nao usa os navios deles….como o mercado e aberto e o produto e dela, ela tem o direito de usar o navio que ela quiser, nem que pague mais caro por isso….Acho a atitude da VALE muito correta…tem que retaliar mesmo para forçar os caras a negociar….so quem se deixou levar uma pernada sem revidar foi o ” Lulinha paz e amor “…..A empresa quando e seria tem que revidar sim ate por respeito ao dinheiros dos acionistas!!!

  2. Concordo plenamente com o campanha Diomacio. Chega de apanhar calado. Atitudes como essa deveriam ser praxe principalmente pelo governo brasileiro.

Deixe uma resposta