GE e Baker Hughes anunciam fusão e criam gigante de US$ 32 bilhões

0
898

gebaker

Em notícia divulgada nesta manhã as empresas General Electric (GE) e Baker Hughes anunciaram a fusão de suas operações na área de petróleo e gás, após acordo aprovado por unanimidade por seus Conselhos Administrativos, através de um negócio que deve literalmente criar um gigante com uma receita de US$ 32 bilhões na área de serviços para a indústria do petróleo e gás.

As empresas, que eram concorrentes, pretendem oferecer o que há de melhor na área de tecnologia, tanto física como digital, para as operadoras do petróleo e, combinadas, estarão entre as grandes players a nível mundial, oferecendo o que há de melhor na área.

A nova empresa terá a GE como controladora acionária, com 62,5% das ações, ficando a Baker Hughes com os 37,5% restantes.

Jeff Immelt declarou que investidores sairão ganhando com a fusão
Jeff Immelt declarou que investidores sairão ganhando com a fusão

Jeff Immelt, Diretor-Presidente da GE, informou oficialmente que os investidores devem ser beneficiados pela criação de um negócio bem mais forte, já que a fusão gerou um acréscimo de US$ 0,04 ao lucro por ação da GE já para 2018, podendo chegar a até US$ 0,08 em 2020.

Lorenzo Simonelli deve assumir a presidência da nova empresa
Lorenzo Simonelli deve assumir a presidência da nova empresa

Lorenzo Simonelli, atualmente Diretor-Presidente da GE Oil & Gass, deve assumir a Presidência da nova empresa e os detalhes da fusão devem ser concluídos em meados de 2017.

A nova empresa vem para brigar num mercado de altíssima competitividade e tem outras grandes players como a Halliburton, National Oilwell Varco (NOV) e a Schlumberger.

Apesar do comunicado, não há garantia alguma de que a fusão será concluída, já que recentemente a fusão entre a Baker e a Halliburton, um negócio que criaria outra gigante de US$ 35 bilhões, foi reprovada pelas leis anti truste americanas.

Se formos pensar que, no momento, há poucas semanas das eleições presidenciais norte-americanas, qualquer movimento brusco é perigoso, certamente esta operação ainda vai ser discutida na terra do Tio Sam.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta