Com destaque para produtos movimentados por via marítima, balança comercial registra superávit de US$ 2,2 bilhões

0
1024

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) divulgou hoje que, entre os dias 1º e 9 de junho, a balança comercial registrou superávit (exportações maiores que importações) de US$ 2,2 bilhões.

Foram US$ 6,4 bilhões em exportações e US$ 4,1 bilhões em importações, com especial destaque para os produtos movimentados por vias marítimas, que são praticamente a totalidade.

O valor médio diário das exportações nesta parcial de junho ficou em US$ 915 milhões, 20% maior que o registrado em igual período do ano passado (US$ 760,8 milhões).

Os destaques das exportações foram os seguintes:

– produtos semimanufaturados: açúcar em bruto, celulose, ferro/aço, ouro e óleo de soja

– básicos: petróleo, soja, minério de ferro, minério de cobre e carne bovina

– manufaturados: tubos flexíveis de ferro/aço, automóveis, veículos de carga, açúcar refinado e polímeros plásticos

Já os destaques nas importações foram:

– bebidas

– álcool

– combustíveis e lubrificantes

– adubos e fertilizantes

No acumulado do ano temos um superávit de US$ 31,2 bilhões.

Esse valor é 48,4% maior que o registrado neste mesmo período em 2016.

O transporte marítimo vem se destacando cada vez mais, restando agora a Cabotagem ser fortalecida, pois nossa malha de distribuição interna ainda é extremamente presa ao transporte rodoviário, que é menos seguro, menos pontual, mais poluente e mais caro quando comparamos a relação custo x benefício.

Vamos entrando nos eixos aos poucos, no timing correto, com dados, planos e metas factíveis, onde a atividade marítima desempenhanum papel preponderante.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta