Dia Internacional do Marítimo – IMO reforça a importância mundial dos profissionais do mar

0
1293

Hoje comemoramos o Dia Internacional do Marítimo e, mais uma vez, o Secretário Geral da IMO, Sr. Kitack Lim, nos deixa uma mensagem sobre a importância do Marítimo para o mundo.

Numa economia globalizada, esta importância torna-se cada vez maior ano a ano.

As condições de trabalho oferecidas aos marítimos em todo o mundo vem melhorando ano a ano e isso tende a continuar melhorando.

Geralmente invisível, o marítimo é um profissional indispensável para as relações comerciais internacionais, o de mais de 90% do que é exportado ou importado pelos países é feito por vias marítimas.

Um site de Portugal, o Transporte Marítimo Global, publicou algo bem interessante, que reproduzo abaixo:

Sou Marítimo

Sou parte da tua vida. Mesmo que não me conheças. Vejo-te nas ruas, na televisão, em todos os lugares. Preocupo-me contigo. Ajudo a entregar as roupas que vestes, a energia que te aquece e que te move, os alimentos que suportam o teu sorriso. Ajudo-te a visitar lugares paradisíacos e a alcançares os teus maiores sonhos. Na verdade nunca estou sozinho. Basta-me fechar os olhos e vejo-te, seguindo a tua vida. Aquece-me a alma saber que tenho uma missão. E que tu és uma grande parte dela.

Sou Marítimo

Muito mais que uma profissão, ser Marítimo é uma forma de viver. A ausência de coisas triviais e de emoções comuns, a singularidade de viver num pequeno navio flutuando num mar imenso, a humilde exposição à mãe natureza, o movimento constante da plataforma e o ciclo de partida e regresso constante, criam um ambiente único. Não apenas para o corpo. Também muito para a alma.
Os Marítimos são forjados com aço e prata, em singular têmpera de coragem, força e fé, abençoados por Deus.

Sou Marítimo

Não tenho uma vida fácil no mar. Sinto falta das pessoas amadas. Sinto falta do perfume, dos sabores e das cores do meu país. Tenho saudades da rotina diária e das coisas simples. Sinto falta de intimidade. A vida no mar exige-me por completo, requerendo toda a minha energia no trabalho e na aprendizagem, enfrentando desafios infinitos. Não só físicos e técnicos. Também sociais. O transporte marítimo é um lugar multicultural e multicolorido. Nele encontramos pessoas gigantes como montanhas ensolaradas e pessoas profundas como densos abismos. Vivendo juntos num espaço confinado, compartilhando a frequência das ondas. Único. O mar é realmente a terra dos segredos. Quente e frio, azul e laranja, cinza também. Mágico e fantástico. O lugar perfeito para uma conversa profunda contigo mesmo.

Sou Marítimo

Confesso – tenho uma vida paralela. Quando estou no mar, sigo as suas regras, viajando ao redor do mundo, sonhando com o regresso a casa. Quando em casa, sigo as regras da família, imerso num oceano de amor e cuidados, pensando em regressar ao mar. Em ambos os lugares pertenço, compartilho e tento oferecer o melhor de mim. Em ambos os lugares a minha liberdade acaba onde começa a liberdade de outros. Respeito. No entanto, os diferentes habitats mudam minha atitude, o meu humor, os meus sentidos e sentimentos, vestindo-me com diferentes cores. Como um camaleão do mar. Mas, em ambos os lugares, sou sempre Marítimo.
Forjado com aço e prata, em singular têmpera de coragem, força e fé, abençoado por Deus.

Orgulho-me de ser Marítimo.

Bom Domingo 25, Dia Internacional do Marítimo!

Nota importante:
São considerados marítimos todas as pessoas que trabalham a bordo de navios, em qualquer área profissional, incluindo as áreas de hotelaria, turismo, operações de convés e operações de máquinas. Não precisa ter cédula marítima para ser considerado marítimo.

#SeafarersMatter

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta