Subsea 7 reforça sua liderança conseguindo a extensão de três contratos com a Petrobras – conheça os navios

0
4418
Foto: André Bittencourt

Provando, mais uma vez, sua altíssima capacidade de entregar serviços de altíssima qualidade a ponto de reter seus clientes pelos resultsdos alcançados e valor agregado aos seus negócios e operações, a Subsea 7 anunciou nesta sexta-feira que conseguiu a extensão do contrato para três navios lançadores de linhas (PLSV), em um negócio que gerou um valor combinado de US$ 250 milhões.

Operações em alto nível

As operações da empresa tem como característica principal a alta qualidade e nível de inovação de seus equipamentos, mas acaba se diferenciando pelo altíssimo nível de qualidade e experiência de sua equipe, as pessoas envolvidas, tanto a bordo como em terra.

Tal fato permite que a empresa seja antes de tudo uma grande escola de profissionais altamente treinados e qualificados e isso acaba refletindo em suas operações, possibilitanto que a empresa tenha a flexibilidade necessária para responder com rapidez e eficiência às demandas de seus clientes, utilizando toda a sua força de trabalho e conhecimento e funcionando como referência para o mercado internacionalmente.

Navios envolvidos

Construído em 2014 no Estaleiro holandês Merwede, o Seven Waves é um lançador de linhas de 145,9 m de comprimento por 29,9 m de boca, equipado com um sistema de posicionamento dinâmico classe 2 KPOS DP22.

Sua propulsão é diesel elétrica alimentada por 6 motores Wärtsilä de 3690 KW cada, alimentando, além de todo o barramento para os equipamentos de bordo, um sistema de propulsão que conta com 7 propulsores, todos também da Wärtsilä, sendo 3 azimutais à ré, de 2950 KW cada, 2 azimutais retráteis à vante de 2400 KW cada e 2 transversais à vante de 2200 KW cada.

O sistema de lançamento de linhas possui dois carretéis com uma capacidade total para 4000 T e uma torre vertical da Huisman com 2 tensionadores de 275 T cada, podendo operar até 10º de inclinação e lançar linhas com diâmetro entre 100 e 630 mm. Dois guinchos auxiliares certificados para 613 T e 200 T, com 2500 m de cabo dão aquela força extra. Seu moonpool movimenta equipamentos / linhas de até 605 T, mesmo que estejam sob carga total. Completando o sistema, o mavio possui 2 tensionadores de 30 T cada intalados na popa.

Dois ROVs Hercules, com capacidade de operar em profundidades de até 3000 metros dão todo o suporte necessário às operações.

Seven Rio e Seven Sun são navios lançadores de linhas irmãos, construídos em 2015 e 2016, respectivamente, no Estaleiro holandês Merwede, com 145,9 m de comprimento por 29,9 m de boca e equipados com um sistema de posicionamento dinâmico classe 2 KPOS DP22.

Sua propulsão é diesel elétrica alimentada por 6 motores Wärtsilä de 3840 KW cada, alimentando, além de todo o barramento para os equipamentos de bordo, um sistema de propulsão que conta com 7 propulsores, todos também da Wärtsilä, sendo 3 azimutais à ré, de 2950 KW cada, 2 azimutais retráteis à vante de 2400 KW cada e 2 transversais à vante de 2200 KW cada.

O sistema de lançamento de linhas possui dois carretéis com uma capacidade total para 4000 T e uma torre vertical da Huisman com 2 tensionadores de 275 T cada, podendo operar até 10º de inclinação e lançar linhas com diâmetro entre 50 e 647,6 mm. Dois guinchos auxiliares certificados para 637 T e 200 T, com 3500 e 3000 m de cabo respectivamente, dão aquela força extra. Seu moonpool movimenta equipamentos / linhas de até 600 T, mesmo que estejam sob carga total. Completando o sistema, os navios possuem 2 tensionadores de 30 T cada intalados na popa.

Em ambas as unidades 2 ROVs Forum XLX-C, com capacidade de operar em profundidades de até 3000 metros dão todo o suporte necessário às operações.

Foto: André Bittencourt

Com a assinatura das extensões, os contratos ficam agora prorrogados da seguinte forma:

– Seven Waves: até o segundo trimestre de 2021

– Seven Rio: até o terceiro trimestre de 2021

– Seven Sun: até o segundo trimestre de 2022

Seven Sun – Foto: André Bittencourt

O Sr. Marcelo Xavier, Vice-Presidente da Subsea 7 para o Brasil, declarou que a extensão dos contratos refletem a longa história de parceria e relacionamento da empresa com a Petrobras.

E a Subsea 7 é isso mesmo: uma empresa altamente focada nas pessoas, no meio ambiente e nos resultados, sempre buscando a prestação de serviços de altíssimo desempenho, proporcionando operações seguras e confiáveis, tendo a capacidade de não somente atender, mas exceder as expectativas de seus clientes no Brasil e no mundo.

E ninguém me contou isso não. Eu tive a honra de fazer parte desta família há quase dez anos atrás e tenho hoje no time da Subsea 7 pessoas que são para mim não somente referências técnicas, mas também pessoais.

Por Rodrigo Cintra

Deixe uma resposta