Ressaca revela destroços de embarcação em Santos

0
951

Após a ressaca e alta da maré causadas pela chegada de uma frente fria ao Litoral Paulista, a maré baixa desta terça-feira (22) provocou uma surpresa em banhistas e funcionários da Terracom que passavam pela faixa de areia da praia do Embaré, em Santos. A mudança de cenário fez com que destroços de um navio fossem percebidos próximo ao Canal 5.

De acordo com a subprefeita da Orla e Intermediária, Fabiana Ramos Garcia Pires, a descoberta ocorreu durante a limpeza diária. ”Eles perceberam algo estranho submerso na areia e entraram em contato conosco para avisar”.

Acionada pela Secretaria de Assuntos Portuários, Indústria e Comércio, a Capitania dos Portos fará uma busca nos arquivos de naufrágios para descobrir a origem da embarcação.

De acordo com Fabiana, o local será emergencialmente isolado nesta quarta-feira (23), às 10h15, horário em que a maré estará mais baixa. “Assim conseguiremos trabalhar no local”. O corpo de Bombeiros instalou placas de caráter preventivo na área.

A subprefeita ressaltou que, desde a semana passada está ocorrendo um intenso recuo do mar com desassoreamento acentuado, “o que fez com que os restos viessem à tona”.

Recreio

Os destroços do navio foram localizados a menos de um quilômetro de distância do local onde, até hoje, podem ser vistos restos do navio Recreio, que encalhou na faixa de areia da Ponta da Praia, em 26 de fevereiro de 1971, após uma noite de forte temporal e mar revolto.

A embarcação estava ancorada na Praia do Góes, mas se soltou e foi levada até a praia, próximo ao Canal 6. Até hoje, em dias de maré baixa, o que sobrou do navio ainda pode ser visto na faixa de areia.

Deixe uma resposta