Solstad Farstad divulga seus resultados e prevê melhoria do Mercado

1
2259

A Solstad Farstad, gigante formada a partir da fusão de Solstad, Farstad e Deep Sea Supply, informou seus resultados na manhã de hoje, em reunião realizada na Associação dos Armadores da Noruega (Rederiforbundet), na apresentação feita Lars Peder Solstad e Anders Hall Jomaas.

A empresa informou que vai trabalhar duro durante os próximos anos na recuperação do mercado de Apoio Marítimo, aguardando a melhoria clara prevista para 2020, conforme todas as previsões confiáveis existentes, que deve deixar o mercado em níveis aceitáveis dentro em breve.

Os números apresentados não dizem muita coisa, uma vez que foram afetados pela recente fusão, mas é sempre importante conhecer alguns deles:

Fonte: Solstadfarstad
Fonte: Solstadfarstad

A empresa também destacou a venda dos navios Normand Vester, Normand Carrier, REM Etive e Far Shogun, criando um efeito positivo em sua liquidez de US$ 6,43 milhões e reduzindo sua dívida em US$ 73,9 milhões, com efeitos que já aparecerão nos resultados do terceiro trimestre de 2017.

Outro destaque foi a DESS Aquaculture Shipping AS (DESS Aquaculture), uma empresa que tem como controladoras Solstad Farstad ASA e Marine Harvest, cada uma com 50% das ações. A empresa acabou de encomendar dois novos barcos e agora possui  4 wellboats e 1 slaughter boat em construção. Todos os barcos possuem contratos garantidos com a Marine Harvest a partir da entrega pelo estaleiro. Serão 2 wellboats e 1 slaughter boat a serem entegues no primeiro semestre de 2018 e outros 2 wellboats a serem entregues em 2019.

Foi dito na apresentação que o mercado de PSVs e AHTSs no Mar do Norte melhorou no terceiro trimestre, assim como os contratos para atividades subsea, que envolvem as atividades de lançamento de linhas e construção offshore, influenciados pelo crescente interesse no mercado em energias renováveis.

O que se espera a médio-longo prazo é um mercado com preços mais estáveis para o barril de petróleo, com preços mais baixos que os antigos US$ 100, mas com os custos igualmente mais baixos, o que pode levar diversas companhias petrolíferas a aumentarem seus orçamentos para as atividsdes de Exploração e Produção, afetando o mercado de Apoio Marítimo positivamente.

O Relatório Financeiro pode ser acessado clicando aqui.

Por Rodrigo Cintra

1 COMMENT

  1. Prever melhoria do mercado “para 2020” é menos um exercício de futurologia do que um reconhecimento de que o presente é duro e sem melhoras no curto-médio prazo, sendo melhor crer no futuro.

Deixe uma resposta