A Brasil Basin Drydock Company (BBDC), joint venture entre a McQuilling Services e a Promon Engenharia, está se preparando para iniciar a primeira fase de construção de um enorme estaleiro com diques capazes de realizar as docagens dos maiores navios do mundo.

A McQuilling, representada pelo seu Diretor Comercial, David Saginaw, assinou um Protocolo de Intenções com o Governo da Paraíba, representado pelo Governador João Azevedo, e o estaleiro chinês IMC YY, representado por seu Presidente Cheng Yong.

Confira abaixo algumas imagens de projeto do empreendimento:

O empreendimento, que terá o nome de EDPI, Empresa de Docagens Pedra do Ingá, será o maior estaleiro de reparos do Atlântico Sul com dois diques capazes de receber navios de dimensões até as da classe Valemax e um hydrolift para embarcações de apoio marítimo.

Com previsão de início de atividades para 2022, o projeto receberá um investimento de US$ 900 milhões, e será localizado no município de Lucena, póximo ao Porto de Cabedelo, na Paraíba, com estrutura para docar cerca de 120 embarcações por ano, criando 6 mil empregos diretos e indiretos durante sua construção e empregando 1500 funcionários diretamente quando estiver operacional.

Rodrigo Cintra 

Deixe uma resposta