Nesta quinta-feira, dia 14 de novembro, ocorreu o Kongsberg Day, um evento da Brazilian Norway Weeks 2019, realizado no Hotel Prodigy Santos Dumont, na cidade do Rio de Janeiro.

Várias apresentações de altíssimo valor técnico foram apresentadas ao longo do dia, trazendo ao público novas tecnologias e soluções para a indústria marítima e petrolífera, entre navios híbridos, digitalização, equipamentos marítimos e soluções na área de perfuração de poços marítimos.

A digitalização e hibridização das operações, com a captura e análise dos dados pode trazer grandes benefícios para os amadores com redução de custos operacionais e aumento da segurança operacional.  Computadores e bancos de baterias podem fazer muito pelas embarcações, dando aos operadores uma importante ferramenta de trabalho, permitindo uma interação bem mais segura e eficiente com a embarcação.

Sistema eWSOG integra totalmente a unidade ao poço.

Até mesmo as embarcações com o tradicional sistema de propulsão com caixa redutora e gerador de eixo podem ser adaptadas,  tornando-se mais eficientes, menos poluentes e com uma grande flexibilidade para opções de configurações operacionais. Adicionalmente, os sistemas apresentados poderiam representar uma economia de combustível na faixa entre 30 e 40%.

Máquinas e equipamentos São operados por marítimos, fazendo destes profissionais o ponto chave do sucesso de uma operação.  Pensando nisso, a Kongsberg oferece o treinamento para a tripulação.

Toda a tecnologia envolvendo a operação de sistemas de manuseio de âncoras de altíssima confiabilidade foi também apresentada, assim como o sistema de monitoramento de poços que integra dados dos sistemas de propulsão e posicionamento dinâmico das plataformas com os dados dos risers, o eWSOG. O eWSOG tem, inclusive, a capacidade de prever o comportamento das instalações e, através de um modelo matemático, fornecer os dados necessários para a preparação de uma operação segura.

A Kongsberg, mais uma vez mostra o porquê de sua liderança no Mercado, ainda mais agora após a fusão com a Rolls Royce.

Redação

Deixe uma resposta